Para pensar:

"Esta vida é uma estranha hospedaria,
De onde se parte quase sempre às tontas,
Pois nunca as nossas malas estão prontas,
E a nossa conta nunca está em dia."

Mario Quintana

segunda-feira, 30 de junho de 2014

Novo membro da linhagem do Beethoven será apresentado em breve no Giovannetti

O saudoso Beethoven, que por tantos anos alegrou as noites do Giovannetti.
Foto: www.giovannetti.com.br.
A linhagem do Beethoven, cão mascote do Grupo Giovannetti, em Campinas, está preservada e já tem seu mais novo representante. Tão fofo quanto seu avô, seu pai (falecido recentemente) e seu meio-irmão, o filhote de São Bernardo será oficialmente apresentado em breve. Mantendo a tradição, ele passará a dividir as visitas às casas do grupo com seu meio-irmão, levando alegria e brincando com todos. Por enquanto, a rotina do caçula “Beethoven Neto II” segue como a de outros filhotinhos, com todos os cuidados necessários.

Após revitalização, Praça Scyllas Leite Sampaio é alvo de pichadores

Foto: Eliandro Figueira - SCS/PMI.
A obra de revitalização da Praça Scyllas Leite Sampaio foi concluída há menos de dois meses e o espaço já foi alvo de pichadores. Localizada na Vila Todos os Santos, ao lado do Cemitério da Candelária, a praça ganhou uma Academia da Terceira Idade para atender os moradores da região, teve todo o calçamento refeito, os canteiros remodelados, o espaço recebeu um reforço na iluminação, no campinho foi colocada areia nova, assim como no playground, que foi reformado.
A revitalização ainda incluiu o paisagismo da praça, com a renovação das plantas e a poda das árvores existentes. “Deixamos a praça novinha e bem acolhedora para o lazer de toda a família e, infelizmente, teremos de deslocar nossa equipe novamente até o local para reparar a sujeira feita pelos pichadores”, conclui o secretário.

Ligação anônima
Quem flagrar qualquer tipo de pichação pode ligar nos telefones 153 da Guarda Civil ou 190 da Polícia Militar e informar as características dos pichadores. A multa é de 37,59 Unidades Fiscais do Estado de São Paulo (Ufesp), que corresponde a R$757,06 e demais sanções previstas na Lei 4.781/05. Por serem menores de idade os pais ou responsáveis devem realizar o pagamento da multa. Os valores, decorridos todos os prazos de recurso, serão inscritos em dívida ativa; caso não haja o pagamento, haverá o protesto imediato, impossibilitando os infratores de realizarem operações de crédito até o pagamento da multa. Também conforme a Lei Federal 9.605/98, que foi alterada pela Lei 12.408/11, a pichação deve ser punida com três meses a um ano de detenção e multa. Caso a pichação seja feita em monumento ou coisa tombada em virtude do seu valor artístico, arqueológico ou histórico, a pena mínima aumenta para seis meses.

Jantar beneficente em apoio à Casa da Criança Jesus de Nazaré

Para outras informações e convites, 3875-6584.

Plaza Shopping Itu recebe exposições culturais da Rússia e do Japão

Divulgação
Para celebrar a Copa do Mundo e o intercâmbio cultural, o Plaza Shopping Itu promove duas exposições temáticas referentes à Rússia e ao Japão. As mostras foram pensadas e executadas em parceria com os consulados de cada país sediados em São Paulo.
A exposição da Rússia, localizada ao lado da loja Polo Play, segue até o dia 13 de julho e contempla imagens alusivas aos esportes, cultura e aspectos climáticos do país, além de objetos do dia a dia dos russos. O acervo da exposição foi selecionado pelo Consulado Geral da Federação da Rússia em São Paulo e exposto de forma com que os clientes do Plaza se aproximem dos costumes da seleção hospedada em Itu.
O shopping também apresenta aos clientes a mostra Cultura Japonesa, que segue até 28 de julho e ocupa três diferentes espaços no Plaza. Ao lado do Café do Ponto há uma escadaria de Kokeshis - bonecas típicas do Japão e um Samurai.
Em frente à Le Postiche, estão expostas maquetes de templos e na loja ao lado estão itens que representam a gastronomia japonesa nas diferentes estações e também objetos, ícones e esculturas que caracterizam a passagem do tempo no Japão, além de brinquedos das crianças japonesas e um robô terapêutico chamado Paro, que tem o formato de uma foca e foi desenvolvido para o cuidado de idosos. 

Saiba mais sobre a programação especial de Copa do Mundo, que conta com oficinas e atividades para as crianças: www.plazashoppingitu.com.br.

Imagem da semana

“Amizade tem que ser regada a cada encontro.
Casamento tem que ter de renuncia a cada dia
Família tem que ser nutrida em todo tempo.
Amar é regar,nutrir e renunciar.”

Maria Pereira

Fundap credencia profissionais de saúde para trabalhar no Censo Psicossocial

Termina dia 8 de julho o credenciamento que a Fundação do Desenvolvimento Administrativo (Fundap) abre para selecionar profissionais de nível superior da área de saúde que queiram trabalhar como pesquisadores no projeto Censo Psicossocial do Estado de São Paulo.
Os pesquisadores selecionados serão responsáveis por levantar dados junto aos moradores dos hospitais psiquiátricos localizados nos Departamento Regionais de Saúde (DRS) de Campinas, Piracicaba, São João da Boa Vista, Presidente Prudente e Franca. Os participantes deverão escolher um único DRS de atuação e ter flexibilidade de horário e disponibilidade para participar de reuniões, capacitações, atividades e/ou e viagens para os municípios da área escolhida, bem como para a capital, caso a Fundap considere oportuno.
Para participar, os interessados têm de ter formação acadêmica de ensino superior em Enfermagem, Medicina, Psicologia, Serviço Social ou Terapia Ocupacional. Devem, ainda, ter experiência profissional na área de saúde mental, conforme edital de credenciamento n. 09/2014.
A pontuação terá como critérios formação acadêmica e experiência profissional e a remuneração será fixada conforme a quantidade de horas técnicas necessárias à execução do serviço. O valor da hora de trabalho está fixada em R$20,00 (vinte reais).
A lista dos profissionais credenciados, segundo a ordem de classificação e o Departamento Regional de Saúde informado no ato da inscrição serão divulgados no site www.fundap.sp.gov.br e publicados no Diário Oficial do Estado de São Paulo a partir do dia 11 de julho de 2014.

Serviço: 
Credenciamento de pesquisadores para o CensoPsicossocial
Inscrições: de 18/6/2014 até 8/7/2014.

Musical “ABBA The History” se apresenta em Jundiaí

Divulgação
A Teatro GT traz para o interior do Estado de São Paulo o musical ABBA The History, em apresentação única no dia 6 de julho (domingo), no Theatro Municipal de Paulínia.

Sinopse
Um tributo caloroso em homenagem ao grupo que saiu das frias terras suecas para se tornar praticamente uma lenda da música pop. Estamos falando de ABBA e do resgate feito do trabalho do quarteto de maior sucesso dos anos 1970, por um grupo de sorocabanos. Com o show ABBA The History, os músicos Mari Moraes, Patrícia Andrade, Diego Sena e Jheff Saints revivem os sucessos do ABBA, dos mais dançantes àqueles para curtir de olhos fechados, para quem preferir – mas de um jeito diferente do que outros covers têm feito mundo afora, garantem os artistas. "Nosso tributo tem emoção à flor da pele. Não é um show contido como se costuma ver em outros grupos, até de outros países", conta Mari. Isso em nada tem a ver com o típico jeito mais caliente do brasileiro, mas sim com um detalhe observado pelos integrantes: "Fizemos muitas pesquisas sobre o ABBA e o comportamento deles nos shows ao vivo era bem diferente do que se via nos clipes. Eles enlouqueciam nos palcos." É praticamente isso que ela e seus companheiros do The History têm feito por todos os palcos em que têm pisado.
Cada um tem seu papel definido nas apresentações do grupo, que surgiu no começo desse ano, em janeiro e que, além de percorrer algumas cidades do Brasil, cumpriu turnê no Chile, em abril, passando por Concepcion, Temuco e Santiago. Além do cuidado de reproduzir as músicas tocadas pelo ABBA, eles resgatam o figurino do quarteto que nasceu na cidade de Estocolmo. "O figurino colaborava para toda aquela áurea do ABBA. Num show que fizemos num hotel, as crianças adoraram as roupas esvoaçantes. Foi bem diferente para elas", disse Mari.
A observação da intérprete de Agnetha (a loira do ABBA) prova que o show do grupo é um evento que consegue agradar e reunir diferentes públicos. "Embora no Chile tenhamos notado que o público era formado, em sua maioria, por pessoas com mais de 35 anos, aqui no Brasil o público é bem variado. Tanto o pessoal que viveu a década de 1970 quanto as mais novas gerações curtem bastante." Ela mesma, que nem de perto viu o ABBA nos tempos remotos, já que tem 30 anos, tinha uma certa afinidade pelo grupo. Isso aconteceu quando viu o filme Priscilla, a rainha do deserto, de 1994, com trilha sonora diversificada das décadas passadas e que, claro, tem ABBA no seu repertório. O interesse pelas músicas do quarteto aumentou quando assistiu ao filme Mamma Mia, que tem uma história amarrada e contada por canções do grupo. Aliás, o repertório do show é baseado na trilha sonora desse filme, que reúne grandes sucessos do ABBA, como Chiquitita, Take a chance on me e a clássica Dancing Queen. O longa musical, de 2008, que tem Maryl Streep e Amanda Syfried como protagonistas, serviu de base para a pesquisa do grupo, que ainda acompanhou com atenção o documentário ABBA: The Movie, de 1977 e que mostra a banda numa turnê australiana. Foi nesse trabalho que eles viram que o quarteto sueco deixava de lado a frieza escandinava quando subia nos palcos.

Toque especial
"Quem interpreta a música The Winner Takes it All é Jheff. Ele tem um timbre de voz incrível e que se assemelha a Michael Jackson. Isso surpreende o público e é o nosso diferencial". Para Mari, o sucesso do ABBA não era motivado somente por suas músicas. "No documentário ABBA: The Movie tem uma criança que comenta que o grupo parecia puro e eu acho que é isso mesmo. Eles transpareciam uma pureza. Eram dois casais que cantavam juntos e isso já era diferente. Havia muita amizade entre eles." Coincidentemente, a amizade também paira no ABBA History. "Diego é meu padrinho de casamento. Temos muita afinidade", conta Mari, casada com o cantor Hugo Rafael.

Ficha Técnica:
Elenco
Mari Moraes - Agnetha Fältskog
Patrícia Andrade - Anni-Frid Lyngstad
Diego Sena - Björn Ulvaeus
Jheff Saints - Benny Andersson
Equipe
Davi Fernandes (direção musical e teclado)
Glauco de Almeida (baixo)
Rogério Jr. (bateria)
Chris Coelho (guitarra)
Jéssica Nascimento (backing vocal)

Classificação etária: Livre
Duração: 100 minutos.

Serviço:
Paulínia:
6 de julho – domingo – 19h
Theatro Municipal de Paulínia - Av. José Lozano Araújo 1551 – Pq Brasil 500
Informações: (19) 3324-0060 – www.teatrogt.com.br.

O Ministério da Cultura apresenta Eduardo Fernández no Teatro JK Iguatemi

Divulgação
Eduardo Fernández começou os estudos de violão aos sete anos de idade e emergiu no cenário internacional na década de 1970, quando obteve o primeiro prêmio no concurso Andrés Segovia (Maiorca, 1975), depois de ser laureado em diversos concursos internacionais (dentre os quais o de Porto Alegre, 1972 e Radio France, 1975). Após seu début em Nova York, em 1977, o The New York Times escreveu: “Raras vezes presenciamos uma estreia mais notável, em qualquer instrumento”. Desde então, suas apresentações incluem, além dos EUA (para onde vai em todas as temporadas, desde 1977), Europa, América Latina e Extremo Oriente (Japão, Coreia do Sul, Hong Kong, Taiwan, China, Tailândia, Singapura e Austrália). Suas numerosas gravações, para selos como Decca/London, Erato, Denon, Arte Nova e o atual, Oehms Classics, cobrem parte substancial do repertório do violão, solo e com orquestra.
O espetáculo acontecerá no dia 3 de julho, quinta-feira, às 21h no Teatro JK Iguatemi - 3º piso. Ingressos à venda no Lounge One (3º piso) ou via Ingresso Rápido (www.ingressorapido.com.br ou 11 4003-1212).

Repertório: 
J. S. BACH*   Suíte para violoncelo n. 2, BWV 1008
CARLOS GUASTAVINO   Sonata Nº 1
HANS WERNER HENZE   Três Tentos da “Kammermusik 1958″
AGUSTÍN BARRIOS MANGORÉ   Le Catedral
DIONISIO AGUADO   El Fandango Variado op. 16
* Arranjo Eduardo Fernández.

Polo Shopping Indaiatuba recebe Feira dos Países

Chega a Indaiatuba a Feira dos Países, evento que reúne, pela primeira vez na cidade, artesanatos, joias, roupas e objetos de decoração de várias partes do mundo. Joias vindas da Índia, com pedras preciosas como rubis e esmeraldas, estarão sendo comercializadas no evento a preços especiais. Os artesãos presentes vão apresentar peças únicas e diferenciadas. A Turquia será representada pela tradição dos bordados, em jogos de toalhas adornadas com fios de ouro, de uma delicadeza ímpar, além de acessórios em prata.
Do Peru, haverá cerâmicas com motivos que traduzem as crenças de seu povo, cotidiano e história, bem como lenços e peças de vestuário. Da Índia, também haverá colchas, tapetes e almofadas e as famosas pashminas - acessório indispensável no guarda roupa feminino, especialmente no inverno. Outros países como Equador e Paquistão também marcarão presença com produtos originais.
A feira ocorre de 1º a 15 de julho no Polo Shopping Indaiatuba, com entrada gratuita.

Edição de julho da feira Vila das Artes acontece no dia 6

A feira de artes e artesanato do distrito de Sousas, a Vila das Artes, tem nova edição no próximo domingo, 6 de julho, das 9 às 14h, na Praça Beira Rio.
Marca registrada da feira, a música ao vivo desta vez ficará por conta de Mauricio Moraes e Banda JBB. O repertório instrumental conta com jazz, blues, Bossa Nova e músicas conhecidas de Beatles, Phil Collins, Cazuza e Ana Carolina, entre outros. Além de músico e guitarrista, Maurício é expositor fixo da Vila das Artes, com um trabalho bem detalhado de pintura em pedras.
Ainda em clima de Copa do Mundo, a feira contará também, como no mês de junho, com um posto de troca de figurinhas do álbum oficial do Mundial e uma barraca de pesca para as crianças se divertirem gratuitamente.
Criada em 1998 a partir da união de artistas moradores do distrito de Sousas, a feira Vila das Artes já se tornou um conhecido ponto turístico dos distritos de Sousas e Joaquim Egídio. Ao todo, reúne trabalhos de aproximadamente 35 expositores. Neste grupo, há artistas fixos e convidados, de Sousas (Campinas) e várias cidades da região. Dentre os produtos oferecidos, estão cerâmica, patchwork, bolsas, roupas, bijuterias, acessórios e objetos de decoração, entre muitas outras peças confeccionadas artesanalmente, tudo em um ambiente bucólico e aconchegante às margens do Rio Atibaia.

Serviço:
Feira Vila das Artes
Local: Praça Beira Rio – distrito de Sousas / Campinas
Horário: das 9h às 14h
Datas: sempre no 1º domingo de cada mês.

sexta-feira, 27 de junho de 2014

Almanaque Café recebe Rodrigo Villanueva e Quinteto no dia 2

Divulgação
O Almanaque Café (Avenida Albino José Barbosa de Oliveira 1240, em Barão Geraldo, Campinas) promove no dia 2 (quarta-feira) às 21h show com o baterista e compositor Rodrigo Villanueva e seu quinteto (Júlio Caliman, guitarra; Rubinho Antunes, trumpete e flugelhorn; J.P. Barbosa, sax e flauta; Bruno Migotto, baixo acústico).
O baterista e compositor Rodrigo Villanueva é bacharel e mestre em Jazz Studies pela University of North Texas. Ele já tocou e gravou com artistas de gêneros como o jazz, clássico e pop de países como México, Peru, Coréia, Japão e Estados Unidos. Entre eles destacam-se Stefan Karlsson, Lynn Seaton, Eddie Gomez, Fared Haque, Ed Saindon, Clark Terry, Eddie Henderson, Jimmy Owens, Liam Teague, Rodolfo Sanchez, Lee Tomboulian, Hiro Morozumi, Janguen Bae, Carlos Guedes, Takayoshi Yoshioka, Jon Anderson (Yes), Carlos Prieto, Roberto Limón, Sandra Kaye e Carla White, além dos cantores de música pop da Espanha Lucero, Shaila Durcal e Alejandro Fernandez.
Como compositor ele já fez arranjos para artistas de música pop e publicou diversas composições originais para big bands. Como educador, Rodrigo já deu cursos e workshops em muitas instituições no México, Peru, Coréia, Japão e Estados Unidos. Atualmente ele é professor do curso de jazz da Northern Illinois University (NIU), lecionando bateria e arranjo, além de reger a NIU Jazz Lab Band, primeiro lugar em 2008 e 2010 no UW-Eau Claire Jazz Festival.
Rodrigo se apresenta regularmente com seu próprio grupo e também com o UN Jazz Trio, Eddie Gomez Trio, o NIU Jazz Faculty Group, Liam Teague’s Panoramic e o Jan Wheaton Jazz Quartet. Ele tem patrocínio dos pratos Sabian, baterias Yamaha, Latin Percussion, Reunion Blues Cases e Evans Drumheads, além de ser membro do time educacional da Vic Firth.
Em 2010 deu início ao seu próprio selo de gravação, lançando o álbum Eddie Gomez Trio: Live in Mexico City, com o legendário baixista Eddie Gomez e o pianista sueco Stefan Karlson, além do próprio Rodrigo Villanueva na bateria.
O telefone para mais informações é (19) 3249-0014.

Indaiatuba recebe ‘Passo de Arte’ pela décima vez consecutiva

Divulgação
Indaiatuba recebe de 3 a 12 de julho, pela décima vez consecutiva, a competição internacional de dança Passo de Arte, realizada pelo Instituto Passo de Arte com apoio da Secretaria Municipal de Cultura. Em sua 22ª edição, o evento deve reunir mais de 3 mil bailarinos de 16 estados do Brasil, da Argentina e do Paraguai. Os participantes são selecionados em eventos regionais e festivais credenciados em gêneros que vão do clássico à dança urbana e concorrem a prêmios em dinheiro, troféus e medalhas. Disputam ainda a oportunidade de serem selecionados para o concurso Youth America Grand Prix de Nova Iorque e para a pré-seleção do Prix de Lausane, em Córdoba. A mostra competitiva, que acontece no Ciaei, é aberta ao público e os ingressos estarão à venda na bilheteria do teatro a partir das 13h do dia 3 de julho, sendo R$40,00 (inteira) e R$20,00 (meia). A doação de uma lata de leite em pó dá direito a desconto de 50% na inteira. Alunos de dez escolas do município estarão entre os concorrentes: Núcleo em Cena, Studio Pamela Araújo, Grupo ABID, Secretaria Municipal de Cultura, Victor Tibério, Rodrigo de Oliveira, Expressão Academia, Fazendo Arte, SESI Dança e Jazz Brasil, além da equipe do Galpão 1, que atuará na abertura em um dos espetáculos. Informações: (19) 3894-1867. 

quinta-feira, 26 de junho de 2014

Almanaque Café recebe Wanda Sá e Os Cariocas para homenagem aos 100 anos de Dorival Caymmi

Divulgação
Na rota das grandes homenagens ao centenário do compositor Dorival Caymmi, o bar/restaurante Almanaque, localizado em Barão Geraldo (Campinas), recebe a cantora Wanda Sá, referência da MPB e o lendário grupo Os Cariocas para revisitar os clássicos do baiano, com arranjos vocais refinados do maestro Severino Filho, fundador do conjunto.
O show será realizado no próximo dia 17 de julho (quinta-feira), às 21h. Os ingressos, já à venda, custam R$100,00 (antecipado) e R$120,00 (no dia).
No repertório, composições como O Que Que a Baiana Tem, Saudade da Bahia, Vatapá, Marina, Só Louco e Maracangalha, entre outros temas.
O show faz parte do projeto Trilogia – Para Sempre, que já homenageou Tom Jobim, em 2012, com Para Sempre Tom Jobim e, em 2013, por ocasião do centenário de Vinicius de Moraes, Para Sempre Vinícius. A trilogia se completa com Para Sempre Caymmi.
Os Cariocas (maestro Severino Filho, arranjos, piano, voz; Fábio Luna, bateria, flauta, voz; Neil Teixeira, contrabaixo, voz e Eloi Vicente, violão, voz) e Wanda Sá (voz e violão) irão dividir com o público histórias da convivência com Caymmi.

Wanda Sá
Wanda Sá, que completa 50 anos de carreira dedicada à Bossa Nova, começou a cantar em 1962, no programa Dois da Bossa, ao lado de Tom Jobim e Ronaldo Bôscolli. Em 64, gravou o antológico disco Wanda Vagamente. Formou a banda de Sergio Mendes, do grupo Brasil 65, com Jorge Benjor e Rosinha de Valença. Em 1969, casou-se com Edu Lobo e foi morar em Los Angeles.
Dona de vasta discografia, Wanda fez uma trajetória dentro da música popular brasileira ligada aos grandes compositores do movimento da bossa nova, como Carlos Lyra, Roberto Menescal, Marcos Valle e João Donato.

Os Cariocas
Grupo vocal formado no Rio de Janeiro na década de 1940, Os Cariocas fizeram escola na arte de cantar música popular em vocal, misturando polifonia e efeitos rítmicos. Influenciados por outros grupos vocais como o Bando da Lua, Anjos do Inferno e Quatro Ases e Um Coringa, estrearam no programa de calouros de Renato Murce, na Rádio Mundial, onde, na segunda tentativa, foram campeões. Apresentaram-se ao então diretor da Rádio Nacional, Radamés Gnattali e foram contratados em 1946 para participar do programa Um Milhão de Melodias. Ficaram na Rádio Nacional por 20 anos.
Ismael Neto, um de seus fundadores (ao lado de Severino Filho, Salvador e Tarquínio), passou a compor nos anos 50, produzindo sucessos como Valsa de uma Cidade, com Antônio Maria. Foi o principal arranjador do grupo até sua morte prematura, aos 30 anos, quando os arranjos passaram a ser assinados, em sua maioria, por Severino Filho, seu irmão.
Em 1997 foi lançado o CD A Bossa Brasileira, indicado para o prêmio Sharp. No ano seguinte o grupo fez shows em Miami ao lado de Leny Andrade, Wanda Sá e Roberto Menescal e, ainda em 1999, participou em uma faixa do CD Crooner, de Milton Nascimento.
Em 2002 o conjunto esteve no Japão (Tókio) e nos EUA (Washington, Filadélfia e Nova York) lançando o CD oscariocas.com.bossa, indicado para o prêmio Tim.
Em 2008 excursionam por diversas capitais em turnê comemorativa dos 50 anos da Bossa Nova com o espetáculo Os Cariocas e Miúcha e realizaram show em Zurique, Suíça, acompanhados de Danilo Caymmi e em Buenos Aires, Argentina, no teatro Gran Rex.
Em 2009 participaram do CD Um cantinho, um violão e bossa nova, com Danilo Caymmi, lançado pela Universal e gravaram seus nomes na calçada da fama da Toca do Vinicius em Ipanema, no Rio de Janeiro.
Em 2011 o CD Nossa Alma Canta dá o Prêmio da Música para o grupo Os Cariocas.

Serviço
Wanda Sá e Os Cariocas em Para Sempre Caymmi
Data: 17 de julho (quinta-feira)
Horário: 21h
Local: Almanaque Café (Av. Albino José Barbosa de Oliveira 1240, Barão Geraldo – Campinas) -  Telefone: (19) 3249-0014.

Feira de troca de livros e Manhã Musical ganham primeira edição no Casarão Pau Preto no sábado

Foto: Arquivo Adriana Panzini – SCS/PMI.
A Secretaria Municipal da Cultura e a Fundação Pró-Memória realizam em conjunto no próximo sábado (28), a primeira edição dos projetos Feira de Troca de Livros, das 9h às 12h e Manhã Musical, a partir das 11h, no Casarão Pau Preto. Os eventos têm entrada gratuita e oferecem ao público a oportunidade de renovar a estante sem gastar nada, ao mesmo tempo em que confere a apresentação de qualidade da Corporação Musical Villa-Lobos. Informações: (19) 3894-1867.
Iniciada em 2011 e promovida todo segundo sábado do mês na Praça Dom Pedro II, no Centro, a Feira de Troca de Livros integra as iniciativas da Secretaria de Cultura no campo literário, visando estimular a formação do público leitor e o hábito da leitura entre os cidadãos de Indaiatuba. Para participar, basta levar uma obra de literatura em bom estado e trocar por outra de seu interesse que esteja disponível no local. Não são trocados revistas, livros didáticos, religiosos, de receitas ou técnicos. O acervo de livros para a feira provém, prioritariamente, de doações espontâneas e que podem ser efetivadas de segunda a sexta, das 8h às 17h, no Centro Cultural Wanderley Peres, também na Praça Dom Pedro II.
Fundada em 1979, desde 1994 a Corporação Musical Villa-Lobos atua sob a regência de Samuel Nascimento de Lima e desde 2012 sob a assistência de Tiago Morandi Roscani. Tradicional em Indaiatuba, a banda conta com cerca de 40 integrantes entre músicos, arquivista, montador e regentes, com repertório tradicional, MPB e música sinfônica. 

'Tablao' de junho do Centro de Arte Flamenca traz Ale Kalaf

Foto: André Levy Casiuch.
A bailaora Ale Kalaf é a convidada do Centro de Arte Flamenca (CAF) para o tablao que acontece este domingo, dia 29 de junho, no Restaurante Nosotros Gastronomia Ibérica Y Tapas, no Cambuí.
Bailarina de longa data, Alessandra partiu para o flamenco em 1996 e anualmente viaja para a Espanha a fim de atualizar. Fundadora do Grupo Luceros Arte Flamenco, em São Paulo, desenvolve coreografias e produz espetáculos nacionais e internacionais. No Nosotros, ela será acompanhada pelo guitarrista Yuri, pelo cantaor Fernando e pelas bailaoras Ana Paula Campoy e Adelita Parra, professoras do CAF.
“É sempre bom acompanhar a dança de Ale Kalaf. Ela apresenta ritmo envolvente e transmite toda a força e autenticidade do flamenco”, garante Lu Garcia, diretora do Centro de Arte Flamenca, que vai aproveitar a noite para comemorar o seu aniversário, completado na véspera, dia 28, junto com outros adeptos do flamenco.
O tablao no Restaurante Nosotros em parceria com o Centro de Arte Flamenca é programa certo de todos os últimos domingos de cada mês. O objetivo é reunir mensalmente os amantes da cultura espanhola em um espaço fixo regado a boa comida típica e shows.

Sobre Ale Kalaf
Formada em dança contemporânea e balé clássico, Alessandra escolheu o flamenco para se expressar e se comunicar com o público. Iniciou seus estudos em 1996, no México e fez cursos com os maiores nomes do flamenco do Brasil, como Iara Castro, Fernando de La Rua e Deborah Nefussi, entre outros. Viaja anualmente para a Espanha para pesquisas e estudos com os principais bailarinos da atualidade, a exemplo de Rafaela Carrasco, Concha Jareño, Rocio Molina, Carmen Talegona, Manuel Liñan e Alfonso Losa.
Com o Grupo Luceros Arte Flamenco, que fundou em 2001, desenvolve coreografias e produz espetáculos. A artista foi contemplada com dois editais Pronacs e realiza inúmeros shows no circuito cultural paulista, com destaque para Virada Cultural de 2014, no Palco Oficial da Dança. Apresentou-se em diversas ocasiões e espetáculos ao lado do bailarino espanhol Davi Paniagua e de Fábio Rodriguez. Trabalhou em 2011 e 2012 como bailarina convidada da Banda espanhola Saravacalé, gravando com eles o clipe Luna do Sahy. Em 2014 participa como bailarina no espetáculo Con Alma, da cantora espanhola Irene Atienza, se apresentando no MIS e no Tom Jazz.

Serviço:
Tablao em Campinas, com a bailaora paulistana Ale Kalaf
Data: 29 de junho, a partir das 19h
Reservas de mesa: Restaurante Nosotros - Rua Antônio Cesarino 885, Cambuí (Terraço em frente ao Centro de Convivência), Campinas
Entrada: R$20,00. Sem taxa de consumação mínima.
Informações: (19) 2511-0588 ou contato@restaurantenosotros.com.br
Centro de Arte Flamenca - Avenida Heitor Penteado 715, no entorno da Lagoa do Taquaral, Campinas
Informações: (19) 3243-6019 ou www.centrodearteflamenca.com.

Romaria de Indaiatuba a Bom Jesus de Pirapora chega à 72ª edição

Divulgação
A Associação dos Romeiros de Indaiatuba realiza, de 17 a 20 de julho, a 72ª edição da Romaria a Bom Jesus de Pirapora. No dia 6 de julho haverá o Passeio a Cavalo, com saída às 9h30 de frente da antiga Cerâmica Indaiatuba com destino ao Recinto José Milani, em Cardeal. No local haverá shows sertanejos até às 16h e serviço de bar completo. O evento recebe o apoio da Prefeitura de Indaiatuba.
Conforme programação divulgada pela Associação dos Romeiros, a procissão de São Cristóvão será realizada no dia 17, saindo às 19h30 de frente à Igreja Santa Rita e seguida da benção dos carros e dos participantes, em frente à Matriz Nossa Senhora da Candelária, que é ponto de partida dos romeiros.
Os pedestres partirão rumo ao santuário de Pirapora no dia 18, às 12h. O toque de partida aos cavaleiros, charreteiros e ciclistas será dado no dia 19, às 6h. Até chegar a Pirapora, os cavaleiros e charreteiros passarão pela fazendas Pimenta, Grama, Água Branca, Santa Maria [Paula Leite] e Santo Antônio, além de Cabreúva, onde fica o Ponto do Almoço, que é a parada para descanso dos animais.
Já os ciclistas passarão pela cidade de Salto e pela Gruta e chegarão a Cabreúva no Ponto de Almoço. A chegada dos grupos de romeiros em frente ao Santuário está prevista para as 17h do sábado.
No domingo, dia 20 de julho, haverá missa às 5h no Santuário de Pirapora, que também é o ponto de partida dos romeiros. Primeiro saem os ciclistas, às 7h e depois os charreteiros e cavaleiros, às 7h30. No retorno, a parada no Ponto de Almoço será às 11h e a previsão é de que a chegada em frente à Igreja Nossa Senhora da Candelária aconteça por volta das 19h.
Como de costume, os organizadores pedem que os participantes não liguem o som ou toquem as buzinas durante o trajeto no perímetro urbano.
Para o distintivo da Romaria, que deve ser retirado com os organizadores, a Associação dos Romeiros pede a colaboração de R$5,00.

35ª edição do ‘Indaiatuba by Bike’ acontece no próximo domingo

Divulgação.
O Departamento Municipal de Turismo promove no próximo domingo (dia 29) a partir das 8h, a 35ª edição do passeio ciclo-turístico Indaiatuba by Bike. O passeio é gratuito; para participar, basta comparecer com a bicicleta ao estacionamento do Paço Municipal. O passeio é indicado para maiores de 14 anos e durante o trajeto haverá paradas para hidratação. Nesta edição, o passeio terá percurso de cerca de 30km (metade em asfalto, metade em estrada de terra). Em caso de chuva, será cancelado.
O passeio terá início no Parque Ecológico, passando pela Avenida Conceição, Avenida Presidente Vargas e entrando na estrada da Ecologia até a Parada de Quilombo, com duração de aproximadamente 3h30. Os ciclistas terão apoio da Guarda Civil, do Departamento de Trânsito, Central de Ambulâncias, SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) e também parceria da Faculdade Max Planck e Porto Seguro-HPeres.
O projeto, criado há mais de quatro anos, ganha mais adeptos a cada edição e é uma ótima opção de lazer para toda a família, com uma programação que alterna trajetos urbanos e rurais com diferentes níveis de dificuldade, sempre contemplando pontos de interesse turístico, cultural e ambiental, além de proporcionar atividade física.

Show de Toni Garrido no Iguatemi Campinas arrecada R$ 60 mil para o Centro Corsini

Divulgação.
Dando início ao projeto Corsini Cultural, que apresentará expressivos eventos culturais em prol do Centro Corsini, o show do cantor Toni Garrido, realizado na noite desta terça-feira, dia 24, no Teatro Brasil Kirin, no Iguatemi Campinas, arrecadou um total de R$60.300,00 para a entidade, somando bilheteria, cachês e outras doações.
“Estou imensamente feliz com esse resultado, que foi muito além de nossas expectativas. Meu muito obrigado a todos que ajudaram”, afirmou o presidente do Corsini, Lisô Antunes.
A apresentação de Toni Garrido, que comandou o show Baile do Bem, com sucessos de Tim Maia e Jorge Benjor, deu o start para o programa Sons que tocam, primeira vertente do projeto Corsini Cultural. Nele, talentos da música brasileira revisitam a obra de grandes nomes, em shows de sonoridade e solidariedade. O próximo espetáculo, já agendado para o dia 22 de julho, também no Teatro Brasil Kirin, do Iguatemi Campinas, trará sucessos de Dolores Duran na voz de Nina Becker. Após o show, todos os presentes se reuniram em um coquetel oferecido pelo Iguatemi Campinas no foyer do teatro.
Patrocinado pelo Iguatemi Campinas, o programa Sons que Tocam / Corsini Cultural tem produção da Divina Comédia, com curadoria de Ayrton Martini e Maurício Tagliari e criação de comunicação da agência Make, todos trabalhando voluntariamente.
Informações: http://corsinicultural.com.br.

“Na trilha das águas” encerra atividades no primeiro semestre

Foto: Sergio Gatolini.
O Programa de Educação Ambiental Na Trilha das Águas encerrou suas atividades na terça-feira (dia 24), com as duas turmas (manhã e tarde) da EMEB Prof João Batista de Macedo. A atividade é uma parceria entre a Secretaria Municipal de Educação e o SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto). Cerca de 1.800 alunos dos terceiros anos das EMEBs municipais já participaram do roteiro que inclui visita ao chafariz, na Praça Elis Regina, à Represa de Captação do Cupini e à Estação de Tratamento de Água (ETA I) na vila Avaí.
Os alunos têm a oportunidade de vivenciar as etapas da captação, tratamento e reservação da água que chega até suas casas, além de conhecer um pouco da história do abastecimento público em Indaiatuba, iniciado em 1937. Até então, a população utilizava a abertura de poços nos quintais das casas para o abastecimento domiciliar.
As visitas serão retomadas dia 15 de julho. As escolas interessadas em participar podem obter mais informações pelo e-mail comunicacao@saae.sp.gov.br.

Programação de 26 de junho a 2 de julho Topázio Cinemas Indaiatuba


quarta-feira, 25 de junho de 2014

6º Festival Gastronômico de Campinas e Região concilia Gastronomia e Cultura

A sexta edição do FGCR – Festival Gastronômico de Campinas e Região promete unir gastronomia e cultura com criatividade. O desafio de criar menus inspirados em personalidades da região foi apresentado pelo Campinas e Região Convention & Visitors Bureau (CRC&VB) aos seus associados, que rapidamente o aceitaram e mobilizaram chefs e equipes na curiosa pesquisa envolvendo biografias e ingredientes.
O evento cresceu em número e proporção comparado à edição de 2014. “O Convention ganhou novos associados ao longo do último ano, que agregaram em entusiasmo e qualidade as ações propostas para fomentar o turismo na região. Neste ano, 30 restaurantes da RMC participam do festival, que deve superar a marca de 15 mil visitantes registrada em 2013”, comenta Gilson Gomes de Oliveira, presidente do CRC&VB.
Para Carlos Américo Louredo, diretor de gastronomia do CRC&VB, “o festival é para todos e possibilita que a alta gastronomia esteja ao alcance de pessoas de diferentes níveis de poder aquisitivo. Tivemos o cuidado de propor ações para todos os gostos e bolsos – os menus completos nos restaurantes terão o valor único de R$49,90, passando pelo Fórum Gastronômico, Cozinha Show e o Campinas Café, que foi incorporado à programação nesse ano ”. O evento Chefs na Praça, dada a sua complexidade, está em planejamento junto aos parceiros e será anunciado em breve.
O festival foi criado para divulgar a gastronomia regional, fomentando o turismo gastronômico e de lazer. Para a edição de 2014, além da participação dos 30 restaurantes com menus especiais, outras ações integram o projeto Ler, Comer & Viver. Sucesso na edição do ano passado, o Cozinha Show trará aulas de demonstração em alguns dos restaurantes participantes e em parceiros do CRC&VB. Outra novidade é a realização do 1º Fórum Gastronômico de Campinas e Região, que prevê a discussão da formação e capacitação de profissionais para a Gastronomia, além de debater as tendências para o segmento. Na programação, destaque para a 7ª edição do Campinas Café Festival, que vem enriquecer a já qualificada agenda do FGCR trazendo uma das bebidas mais apreciadas pelos brasileiros.

Serviço:
6º Festival Gastronômico de Campinas e Região - Ler, comer & Viver
Data – 21 de julho a 17 de agosto de 2014
Abertura – Chefs na Praça (20/7)
Restaurantes participantes: Bar do Nicola, Big Jack, Bonelli Restaurante e Pizzaria, Cantina Fellini, Casa da Fazenda (Floresta Park), Cayena Bistrô, Don Manoel Restaurante, El Tambo Bar e Restaurante, Espaço Malagueta, Estação Marupiara, Forneria San Pietro, Green House Gourmet Restaurante, Joe & Leo's, La Palette (Royal Palm Plaza), La Pasta Gialla, La Salamandra Mexicano, L'Alouette, Maria Zabbé Restaurante Bar e Rotisseria, Matisse (Royal Palm Residence), Mestrino Ristorante, Mousse Cake Restaurante, Ópera Morena (Mercure), Outback Steakhouse D. Pedro, Prime Italian, Quiota Cozinha Contemporânea, Restaurante Idalvo’s, Restaurante da Capela, Ristorante Laura e Francesco, Velho Valentim Restaurante e Music Bar, Vila Paraíso e Vô Nino (Fildi Hotel).

Café Tablao promove Casa Flamenca dia 6

Projeto “Escritas Daqui” estreia nesta quinta, 26

A autora Aline Ribeiro Cadamuro, uma das convidadas do 
Escritas Daqui. Foto: divulgação.
A Secretaria Municipal de Cultura realiza nesta quinta-feira (dia 26), das 19h às 20h30, no Casarão Pau Preto, o primeiro encontro do projeto Escritas Daqui. Desenvolvida em parceria com a Fundação Pró-Memória, a iniciativa integra a programação Quintas Literárias da fundação e tem como objetivo valorizar e destacar os talentos de Indaiatuba, propondo um bate-papo informal entre autores e público sobre leitura, escrita e suas influências, contribuindo para a criação de uma cena literária no município. A entrada é gratuita e nesta primeira reunião as convidadas são as autoras Eliana Mattos e Aline Ribeiro Cadamuro. A mediação será do autor Guilherme Salla. Informações: (19) 3894-1867.
Sobre as autoras convidadas:

Eliana Mattos
Eliana Mattos é formada em Direito. Ministrou aulas na FIEC nas disciplinas de Direito Comercial e Trabalhista, Técnicas de Secretariado, Organização de Reuniões e Eventos e Etiqueta Social e Profissional. Escreve para jornais há mais de 25 anos. Em Indaiatuba: Tribuna de Indaiá; Folha da Gente (extinto). Em Capivari: Jornal Dois Pontos. Em Itupeva: Jornal Expressão (foi editora-chefe do mesmo jornal quando este circulou em Indaiatuba). Em São Bernardo do Campo: São Bernardo Hoje. Paulínia: Jornal de Paulínia. É membro-fundadora da SEI - Sociedade dos Escritores de Indaiatuba. Foi coautora do livro Memórias de Itupeva. É gerente há 14 anos no Ciesp - Centro das Indústrias do Estado de São Paulo, regional de Indaiatuba.

Aline Ribeiro Cadamuro
Aline Ribeiro Cadamuro nasceu em 22 de junho de 1989 na capital paulista. Em 2005 começou a rascunhar seus primeiros versos e poesias. Em 2010 participou de duas antologias pela Editora Andross, a primeira Ecos da Alma, organizada por Guaraciaba Micheletti e a segunda, Elas escrevem contos, crônicas e poemas. Em 2012 resolveu fazer uma obra só sua, reuniu todas as poesias que tinha e lançou A menina e o livro e outras poesias pela Editora Livrus.

Respeite as vagas especiais!

Indaiatuba disputa Jogos Regionais a partir de 2 de julho em Itatiba

Atletas e técnicos esportivos de Indaiatuba se preparam para disputar a 58ª edição dos Jogos Regionais, que acontecem de 2 a 12 de julho em Itatiba. A delegação, chefiada pelo coordenador de Esporte Competitivo, Rafael de Oliveira e Silva e composta por 310 integrantes - sendo 280 competidores de 19 modalidades -, embarca no próximo dia 1º para a cidade, onde ficará alojada na EMEB Coronel Manoel Joaquim de Araújo Campos, na Vila Brasileira.
O município compõe a 1ª Divisão na 4ª Região Esportiva, que tem como sede a Delegacia de Esportes de Campinas e terá como novidade este ano a participação de equipes masculina e feminina de taekwondo, ao lado das tradicionais atletismo, bocha, capoeira, ciclismo, damas, futebol, futsal, ginástica artística, handebol, judô, karatê, malha, natação, tênis, tênis de mesa, voleibol, vôlei de praia e xadrez.
Em 2013, Indaiatuba competiu pela primeira vez apenas com atletas do município, decisão arriscada em um cenário onde muitas cidades contratam competidores profissionais de outras localidades apenas para garantir números nos Jogos Regionais, mas o intuito da Secretaria Municipal de Esportes era valorizar e investir na prata da casa. “Para nossa surpresa, tivemos um resultado fantástico”, destaca o secretário municipal de Esportes Humberto Panzetti. “Terminamos em 7º lugar na classificação por pontuação, com 134 pontos e, no quadro de medalhas, ficamos em 4º lugar, com 111 medalhas, sendo que só no último dia de competição, Campinas passou Indaiatuba. Isso mostrou que estamos no caminho certo, não faz sentido mantermos um programa extenso de formação da base esportiva e, quando temos a oportunidade de participar de grandes provas, não enviarmos nossos talentos. Nossa expectativa é bastante positiva; esperamos uma boa apresentação nos Regionais, como resultado do trabalho desenvolvido continuamente”, completa.
Boletins e resultados dos 58º Jogos Regionais poderão ser acompanhados diariamente no site http://jogosregionais.itatiba.sp.gov.br/.

Sarau ‘Todas Palavras’ acontece nesta sexta no Casarão

O autor indaiatubano Rodrigo Mendes estará presente 
no sarau. Foto: divulgação.
A Secretaria Municipal de Cultura promove na próxima sexta-feira (dia 27), das 19h às 20h30, mais uma edição do sarau Todas Palavras, espaço para expressão artística de variados gêneros com ênfase na literatura e que celebra os grandes autores da literatura nacional e estrangeira. O evento acontece no Casarão Pau Preto, em parceria com a Fundação Pró-Memória, com entrada gratuita. Entre as atrações está a presença do autor indaiatubano Rodrigo Mendes, que lançará seu primeiro livro, o romance policial com toques de ficção Atemporal – E se o que você fizer no futuro afetar o passado?, com leitura de passagens e sessão de autógrafos. Informações: (19) 3894-1867.
O sarau é um evento cultural onde as pessoas se encontram para se expressar ou se manifestar artisticamente. A palavra tem origem no termo latino serus (relativo ao entardecer) porque acontecia, em geral, no fim do dia. Muito comuns no século XIX, os saraus vêm sendo resgatados como forma de fortalecer a identidade da comunidade, promover a integração de forma descontraída, despertar a sensibilidade das pessoas e estimular o gosto pela literatura e outras vertentes artísticas.

Sobre Rodrigo Mendes
Nascido em Piracicaba, Rodrigo Cassano Mendes sempre foi apaixonado por leitura. Quando criança, o "prêmio" por ir ao dentista sem reclamações era passar em uma banca de jornais e comprar revistas em quadrinhos da Turma da Mônica. Essa paixão por leitura só cresceu e, já na idade adulta, com seu próprio sustento, sempre frequentou livrarias, onde deixava boa parte do seu salário. Suas maiores referências no meio literário são Harlan Coben, Christopher Reich, Jô Soares e André Vianco. Hoje, aos 37 anos e morando em Indaiatuba há 13 anos, casado e com um filho de 7 anos, Rodrigo decidiu que gostaria de contar histórias para entreter as pessoas, da mesma forma que ele foi e ainda é entretido.
Fã assumido de histórias policiais, ele estreia no mundo literário com Atemporal - E se o que você fizer no futuro afetar o passado?, um livro de ficção que pode ser definido como policial, ficção científica e até mesmo suspense. Na obra, Lucas, um jovem policial, encontra evidências de um crime não solucionado e que foi cometido em 1983. O caso contém ligações com seu pai, um policial aposentado que se culpa desde então por não ter impedido tal homicídio, que o marcou para a vida toda. Disposto a desvendar o mistério e levar o assassino à Justiça, o jovem policial embarca em uma corrida contra o tempo e, mesmo sofrendo ameaças, segue com a investigação, obtendo também a ajuda de um misterioso informante.

terça-feira, 24 de junho de 2014

Janice Pezoa Trio faz show gratuito de lançamento do CD “Esphera”

Davi Moraes
O grupo Janice Pezoa Trio faz um pocket show gratuito de lançamento do CD Esphera na Livraria Cultura do Shopping Iguatemi Campinas, dia 28 de junho (sábado), às 18 horas. O álbum foi contemplado pelo Fundo de Investimentos Culturais de Campinas (FICC) e distribuído pelo selo Kalamata, também de Campinas.
Formado em 2005, o Trio de música instrumental é composto por Janice Pezoa no piano, Paulo Signori no contrabaixo e Pablo Pezoa na bateria, músicos com formação acadêmica em Música Popular pela Unicamp. O grupo surgiu da necessidade de obter uma sonoridade mais acústica e arranjos mais despojados em releituras de grandes clássicos da música brasileira e também do jazz americano.
No repertório do CD, composto por 11 canções, estão Garota de Ipanema (Tom Jobim e Vinicius de Moraes), Norwegian Wood (John Lennon e Paul McCartney), Berimbau (Baden Powell e Vinicius de Moraes), My Funny Valentine (Richard Rodgers e Lorenz Hart) e Juvenal no Grumari (Hermeto Pascoal), além de composições próprias como Todos esses Nós (Janice Pezoa), Ânimo (Pablo Pezoa) e a música título Esphera (Janice Pezoa) em duas versões, uma delas em piano solo.

Serviço:
Lançamento do CD Esphera – Janice Pezoa Trio
Local: Livraria Cultura – Shopping Iguatemi Campinas - Avenida Iguatemi 777, Vila Brandina - Telefone: (19) 3751-4033
Data: 28/06 (sábado)
Horário: 18h
Entrada: gratuita
Classificação: livre
Realização: Selo Kalamata e Direção Cultura – 15 anos
Apoio: FICC
Preço sugerido do CD: R$25,00
Vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=Akwm-2K_fNU.

Indaiatuba Clube promove Zumba Night na sexta-feira, dia 27

Foto: Imprensa – IC.
O Indaiatuba Clube realiza nessa sexta-feira, dia 27 de junho, a partir das 19h30, a primeira edição da Zumba Night, evento esportivo que vai levar ao público presente aulas da modalidade que mais cresce e ganha adeptos nas academias do Brasil.
Sob a coordenação da Secretaria dos Esportes do IC, a Zumba Night terá o comando dos professores do Indaiatuba Clube Catarina Barnabé, Donizeti Fragoso e Luciana Farinello que, juntos com os professores convidados, vão ministrar várias aulas durante o evento.
Assim como aconteceu no Zumba Day, para sexta-feira a participação dos convidados será aberta. O acesso ao clube nesse dia, exclusivamente para a Zumba Night, será liberado. Para isso, os professores convidados receberam free passes, que foram distribuídos pelas academias da cidade (o free pass garante também a participação no sorteio de brindes que será realizado durante todo o evento).
Durante a Zumba Night, o Indaiatuba Clube vai realizar uma ação solidária e pede que todos os participantes doem um agasalho ou um produto de limpeza/higiene, que será doado para uma instituição local.
O som e a iluminação para esse grande encontro de zumba será realizado pelo DJ Ronaldo Ambiel. Considerada uma “aula festa”, a zumba é um tipo de exercício que faz com que o praticante movimente todo o corpo dançando ritmos variados onde é inserida a parte fitness.
No Indaiatuba Clube, as aulas de Zumba são realizadas de segunda a sexta-feira em diversos horários. Na parte da manhã são realizadas nas segundas e sextas-feiras, entre 8h e 8h50 e nas terças e quintas-feiras, das 7h15 às 8h05. Na parte da tarde, as aulas acontecem toda terça e quinta-feira, entre 16h15 e 17h e, à noite, sempre de segunda e quarta-feira, das 19h50 às 20h40.
O Indaiatuba Clube fica na Rua Oswaldo Cruz 40, Vila Rossignatti.

“Quem Ri por Último Ri Melhor” é atração no Teatro Brasil Kirin

Leo Aversa
Andy Warhol profetizou que ‘um dia, todos terão direito a 15 minutos de fama’.  Em um mundo repleto de BBBs e afins, este momento parece ter chegado, trazendo consigo uma nova questão: como se manter no topo? É sobre esses tempos de vale-tudo para conquistar e seguir sob os holofotes, onde a aparência se sobrepõe à essência, que se debruça Quem Ri por Último Ri Melhor, texto do escritor americano Douglas Carter Beane, indicado ao Tony em 2007. Um olhar ácido sobre o tema, que conjuga com o pensamento de Nietzsche, “quando o reconhecimento de muitos por um único afasta qualquer pudor, nasce assim a fama”. Com direção de Cininha de Paula e Danielle Winits, Júlio Rocha, Rainer Cadete e Sara Freitas no elenco.
Danielle Winits interpreta Dione, papel que deu o Tony de melhor atriz a Julie White. Famosa agente de atores, ela procura manter em evidência seu pupilo, o astro de TV Mateus (Júlio Rocha), mas precisa ainda proteger a imagem do galã, escondendo sua sexualidade. O problema se agrava quando Mateus conhece Alex (Rainer Cadete), um garoto de programa e os dois se apaixonam. O próprio Alex, contudo, não tem certeza das suas escolhas, pois tem uma namorada, Helena (Sara Freitas). Esta relação faz Mateus repensar suas escolhas, e uma teia de mentiras, sombras e aparências fica prestes a se romper.
O espetáculo traz uma série de dilemas morais e éticos, flagrando os personagens em um momento no qual são obrigados a se confrontar e descobrir sua essência. “O que mais me atrai na história são justamente essas amarras pessoais e sociais que criamos e que acabam por nos impedir de perseguir aquilo que verdadeiramente desejamos”, explica Cininha.  “É um tema muito contemporâneo, onde os anseios atuais são colocados em xeque: de um lado da balança, o desejo por um grande amor, uma grande paixão; do outro, a luta por um sonho, uma carreira, ou o desejo de enriquecer – em tempos atuais parecem ser a mesma coisa –, que são vontades que parecem não poder se conjugar mais”, complementa a diretora.
O texto desvenda os bastidores do show business e discorre sobre os meandros e artifícios na busca pelo sucesso. A ação se passa no Rio de Janeiro. “A peça expõe comportamentos contemporâneos. Critica esse universo da fama e do sucesso a qualquer preço. Fala de quanto o homem de hoje é capaz de vender seus princípios por qualquer cachê. O autor conhece bem o mundo do show business americano, que não é muito diferente lá ou cá”, afirma Xexéo.
A versão brasileira de Artur Xexéo preserva o humor e a acidez original do autor. “Ele tem um humor que nunca é óbvio. É crítico, é irônico e o desafio é não perder essa crítica e essa ironia”, enfatiza Xexéo. Foi também esse viés cômico do texto que instigou Cininha a dirigir a montagem: “o humor tem uma linha mais direta de comunicação com o espectador. Por alguma razão, ele parece chegar mais fundo aos corações, levar mais rapidamente à reflexão e de forma mais sucinta”.
José Dias assina a cenografia do espetáculo, que tem ainda figurinos de Sônia Soares e trilha sonora de Ricardo Leão, em uma realização da MF e Chaim Produções. Embora o texto seja realista, Cininha de Paula acredita que há uma liberdade conceitual que transcende esta definição. “Temos várias ‘quebras’ desse código: os personagens se sabem personagens, como os atores se sabem atores; com exceção do quarto do hotel, os espaços da encenação podem ser/assumir qualquer local, os personagens falam com outros personagens que não estão no mesmo local. Há uma gama de códigos que fogem e quebram os ‘paradigmas’ do realismo”.
O que difere um artista que se vende para fazer sucesso de um garoto de programa que aluga o corpo para sobreviver?  “Mateus e Alex têm mais em comum do que enxergaria um olhar superficial. Talvez só um deles possa despir a personalidade do outro”, pondera Xexéo.  Quem Ri por Último Ri Melhor é uma ampla radiografia de um mundo onde cada vez mais os valores estão invertidos e a ética relativizada.  A ilusão é a grande moeda de troca destes dias. Quem dá mais?

Ficha Técnica
Autor - Douglas Carter Beane
Versão Brasileira - Artur Xexéo
Direção - Cininha de Paula
Elenco - Danielle Winits, Júlio Rocha, Rainer Cadete e Sara Freitas
Cenário - José Dias
Figurinos - Sonia Soares
Trilha Sonora - Ricardo Leão
Assistente de Direção - Gustavo Klein
Produtor Executivo - Edgard Jordão
Produção Geral – Sandro Chaim
Realização – MF e Chaim Produções
Patrocínio: Ministério da Cultura, Vivo e Porto Seguro
Classificação Etária – 14 anos
Duração – 90 minutos

Serviço:
Campinas: 27 a 29 de junho; 4 a 6 de julho
Horário: Sexta e sábado – 21h |domingo – 19h
Teatro Brasil Kirin - 3º piso do Iguatemi Campinas – Av. Iguatemi 777 – Vila Brandina
Telefone: (19) 3294-3166 – www.teatrogt.com.br
Valores:
Inteira: R$70,00
Meia-entrada: R$35,00
Vendas:
Bilheteria do Teatro: 3294-3166 (terça a sábado das 13h às 21h | domingos das 12h às 20h)
Pela internet: www.ingresso.com.br.

Secretaria de Cultura abre inscrições para Festival de Rock dia 14 de julho

Banda Silverado venceu festival em 2013.
Foto: Arquivo Adriana Panzini – SCS/PMI.
A Secretaria Municipal de Cultura abre no próximo dia 14 de julho as inscrições para a edição 2014 do Festival de Rock. O regulamento completo já está disponível no site da Prefeitura Municipal (www.indaiatuba.sp.gov.br), bem como a ficha de adesão e o documento de autorização para menores. Podem participar solos, duplas e bandas do gênero de todo o território nacional. Os participantes devem apresentar duas músicas próprias, uma para a passagem de som/aquecimento e outra que concorrerá aos prêmios de R$4.500,00 (1º lugar), R$3.000,00 (2º lugar), R$2.000,00 (3º lugar) e R$975,00 para o Melhor Intérprete e para a Melhor Composição. As eliminatórias estão previstas para os dias 13, 14, 20 e 21 de setembro às 15h em palco montado ao lado da Concha Acústica do Parque Ecológico, onde também acontece a final, no dia 11 de outubro. O prazo para inscrição vai até dia 15 de agosto; presencialmente, de segunda a sexta das 8h às 16h na sede da secretaria ou por correio (Sedex ou PAC) com postagem também até esta data. Informações: (19) 3894-1867.

Documentos solicitados para inscrição no Festival de Rock 2014
- Ficha de inscrição (disponível no site da Prefeitura) preenchida e assinada, contendo os dados do artista e de todos os integrantes da banda, acompanhada de cópia do RG e comprovante de residência do responsável pela inscrição. Não serão aceitas fichas preenchidas a mão, com dados incompletos e documentos faltantes. Menores de idade devem anexar a autorização, também encontrada no site, assinada pelos pais ou responsável.
- 1 CD com a música concorrente gravada na íntegra com o mesmo arranjo que será executado nas eliminatórias, identificada com título e nome da banda.
- 3 cópias da letra da música concorrente digitada ou datilografada em papel sulfite A4, fonte tamanho 12, com o título e identificação dos compositores/intérpretes/banda.
- 1 cópia da letra da música de aquecimento/passagem de som digitada ou datilografada em papel sulfite A4, fonte tamanho 12, identificada com título.
- Mapa do palco, incluindo nome do artista/banda e a relação de instrumentos que serão utilizados pelos integrantes.
- Doação de uma estante de partitura nova por ficha de inscrição, tanto na adesão presencial como no envio pelos correios.
A classificação das músicas e atribuição de prêmios ficará a cargo da Comissão Julgadora, composta por três profissionais ligados à música selecionados pela Comissão Organizadora.
O Festival de Rock da Secretaria Municipal de Cultura tem como objetivo estimular a produção e a composição musical do gênero, despertando também o interesse da população em geral para a cultura musical. É ainda uma oportunidade de promover um intercâmbio artístico-cultural e revelar novos talentos.

Serviço
Secretaria Municipal de Cultura – Praça Dom Pedro II, s/nº – Centro – Indaiatuba, SP – CEP 13330-080
Concha Acústica do Parque Ecológico - Avenida Engenheiro Fábio Roberto Barnabé s/n°, Vila Areal.

Mariângela Zan se apresenta no teatro do SESI Campinas

Crédito: Aglaiz Moreira.
O SESI Campinas Amoreiras recebe o show Viagem pela música raiz, da cantora Mariângela Zan, no dia 28 de junho, sábado, às 20h, com entrada gratuita. Com forte interação com o público, a apresentação exibe a riqueza do folclore brasileiro, através da interpretação de músicas caipiras. 
Filha do acordeonista e compositor Mário Zan, Mariângela é uma estudiosa da música brasileira. Para criar este show, a artista analisou a história da música caipira. Inicialmente inspirada na musicalidade dos índios e dos colonizadores portugueses, esse ritmo foi assim denominado.
Essa vertente musical foi deste modo denominada por ter origem na palavra Kaaipira, que na língua indígena significa o que vive afastado. Esse ritmo começou a se alastrar com o avanço dos tropeiros em direção ao sertão. Já no século 20, esse gênero sofreu influencia de outros ritmos como: fronteira, forrós e xotes. Essas sonoridades formaram o que hoje é conhecida como música “sertaneja”. Em Viagem pela música raiz, Mariângela permite ao público uma vivência história da música brasileira através da experimentação de todas essas sonoridades.

Sobre Mariângela Zan
Mariângela começou a cantar aos 13 anos, na banda de seu pai, Mário Zan e o acompanhou em shows durante 14 anos. Em sua carreira solo, iniciada em 2007, a cantora desenvolveu um CD em homenagem a seu pai e atualmente produz seu segundo álbum voltado à musica caipira.
Em sua trajetória musical, Mariângela realiza shows em todo Brasil. Já foi homenageada na Câmara Municipal de São Paulo e também pela Universidade Federal do Mato Grosso do Sul pela sua forte ligação com a música brasileira de raiz.

Ficha Técnica
Mariângela Zandomeneghi - Vocal e violão
Felipe Augusto Souza - Viola caipira
Igor Genioli Simões - Acordeom
Renan Santos Soares - Percussão vocal
Jorge Maximiano - Contra baixo
Edmur Ciriaco - Violão 7 cordas
 Aglaiz Lopes Moreira e Valéria Hassum - Produção

Repertório
Saudades da minha terra - Goaiá/Belmonte - rasqueado
Chalana - Mario Zan/Arlindo Pinto – rasqueado
Pout pourri de vanerões: Arroz a Carreteiro - Palmeira/Mario Zan; É disso que o velho gosta - Berenice Azambuja
Tocando em frente - Renato Teixeira/Almir Sater – toada
Pout pourri de pagodes caipiras: Pagode em Brasília - Teddy Vieira/Lorival dos Santos/Tião Carreiro; O campão - Fátima Leão/Alexandre
Ciriema (Mario Zan/ Nhô Pai) – rasqueado
Tico tico no fubá (Zequinha de Abreu) – choro – solo de acordeom
Pout pourri de forrós: Xote das meninas (Luis Gonzaga e Zé Dantas); Esperando na Janela (Targino Gondim)
Boiadeiro errante (Teddy Vieira) toada
Mercedita – rasqueado em solo de viola
Cuitelinho - folclore matogrossense recolhido por Paulo Vanzolini e Antonio Xandó
Você vai gostar - Elpidio dos Santos - guarânia
Menino da porteira - Teddy Vieira/Luzinho – cururu

Serviço
Espetáculo Mariângela Zan
Local: SESI Campinas Amoreiras - Av. das Amoreiras 450 – Pq. Itália
Datas e horários: dia 28 de junho, sábado, às 20h
Capacidade: 366 lugares e 8 para deficientes
Duração: 75 minutos
Classificação indicativa: livre
Informações: (19) 3772-4100
Modalidade: show musical
Entrada gratuita – os ingressos serão distribuídos 1h hora antes do início da apresentação.

Teatro do SESI Campinas apresenta ‘Portela, Patrão; Mário, Motorista’

Foto: Ligia GB.
O grupo de teatro Boa Companhia encena a tragicomédia Portela, Patrão; Mário, Motorista, no Teatro do SESI Campinas Amoreiras. A sessão, gratuita, será realizada no dia 27 de junho, sexta-feira, às 20h. Na história, os atores Daves Otani e Eduardo Osorio abordam com muito humor a relação entre um funcionário e seu empregador.
As reflexões sobre as relações humanas tracejadas pelo dinheiro e poder que Portela possui têm início quando os protagonistas se encontram no fim de uma noite em um boteco. Portela bebe para esquentar seu frio coração de patrão e se tornar mais amigável e humano, enquanto Mário aproveita a embriaguez de seu chefe para agradá-lo em seu momento de descontração – e assim manter seu emprego.
Entre bonecos em tamanho humano que trazem um tom grotesco do bufão, os atores se alternam nas personagens e brincam com a possibilidade de todos serem patrões e empregados. Inspirada nas gravuras Os Caprichos, do pintor espanhol Francisco Goya (1746-1828), a peça tem um visual soturno e um humor sarcástico, que procura traduzir a crueldade do mundo contemporâneo e suas relações com o poder do capital. A improvisação é o recurso principal desse trabalho, colocando o ator no centro da criação cênica.

Ficha Técnica
Criação, direção, adaptação e atuação: Daves Otani e Eduardo Osorio
Codireção: Verônica Fabrini
Provocação cênica: Alexandre Caetano, Moacir Ferraz e Andreas Simma
Iluminação: Verônica Fabrini e Bruno Garcia
Sonoplastia: Silas Oliveira
Figurino e cenário: Daves Otani e Eduardo Osorio
Confecção de bonecos (cabeças e mãos): Helô Cardoso e Caio Sanfelice
Confecção de bonecos (corpo): Francisco Ivan Russo
Realização: Boa Companhia
Núcleo de produção: Cassiane Tomilhero e Isabela Razera
Técnico de luz e som: Bruno Garcia e Erico Damineli

Serviço
Espetáculo Portela, Patrão; Mário, Motorista
Local: Teatro do SESI Campinas Amoreiras - Av. das Amoreiras 450, Pq. Itália
Data e horário: 27 de junho, sexta-feira, às 20h
Capacidade: 366 lugares, sendo 8 para cadeirantes
Gênero: tragicomédia
Duração: 70 minutos
Classificação indicativa: 14 anos
Tema e conteúdo: tema adulto, relações humanas de trabalho e dinheiro, poder do homem sobre o próprio homem
Informações: (19) 3772-4100 / 4183 / 4160
Entrada franca – os ingressos serão distribuídos com 1 hora de antecedência do início da apresentação.

Sousas e Joaquim Egídio promovem 9º Festival Gastronômico de Inverno

Pimenta recheada do El Tambo.
Os distritos de Sousas e Joaquim Egídio, redutos de conceituada gastronomia, sediam do dia 27 de junho até 12 de julho o Festival Gastronômico de Inverno de Sousas e Joaquim Egídio. O clima de inverno com montanhas deixa os distritos ainda mais atraentes e a proposta é oferecer entretenimento e alta gastronomia com preço fixo e acessível aos visitantes nas noites de inverno. 
Chefs de seis restaurantes (El Tambo, Fogão Mineiro, Estação Marupiara, Espaço Malagueta, Vila Paraíso e Velho Valentim) criaram menus completos (entrada, prato principal e sobremesa) especialmente para os jantares do festival. O evento é organizado pela Adegas - Associação dos Dirigentes  dos Estabelecimentos de Gastronomia da região, em parceria com a subprefeitura de Sousas. Além do cardápio especial dos participantes, também acontecem exposições de fotos e quadros de vários artistas da região. Os restaurantes estão preparados com lareiras e aquecedores para receber seus clientes.
Como novidade, nessa edição o festival conta com uma abertura especial nos dias 27 e 28 de junho, na Praça Beira Rio, em Sousas (a partir das 19 horas). Cinco restaurantes (El Tambo, Fogão Mineiro, Espaço Malagueta, Estação Marupiara, Vila Paraíso e Velho Valentim)  participarão desse evento, além do Café Maritaka. Os chefs participantes prepararam um menu especial com “comidinhas” em versões de degustação.
A praça será palco de uma programação cultural variada. No dia 27 de junho, apresentação da banda Vitor Moreno Jam, com rock (clássico e moderno), soul e blues, o ballet do Instituto das Artes Luana Lopes e o comediante Ton Crivelaro, com sua comédia stand-up.
No dia 28, banda Riva Rock, a cantora Bruna Volpi (com MPB e Jazz) e apresentação novamente do ballet do Instituto das Artes Luana Lopes. A população ainda terá um motivo a mais para participar: parte da renda será revertida para a entidade beneficente Acácia de Sousas.
O festival está entre os mais importantes eventos de gastronomia do calendário anual de Campinas e região. De acordo com o presidente da Adegas e sócio proprietário do restaurante El Tambo, Luís Felipe Sagioro, durante o Festival Gastronômico de Inverno, o público noturno  chega a aumentar 50%. “Os distritos de Sousas e Joaquim Egídio formam um dos principais polos de turismo gastronômico da região de Campinas"
Segundo o subprefeito de Sousas, Wander Vilalba, eventos como esse são fundamentais para promover a cultura de Sousas. “O Festival proporciona visibilidade para os artistas locais e lazer para a comunidade”.

Serviço
Festival Gastronômico de Inverno de Sousas e Joaquim Egídio 2014
Dias 27 e 28 de junho: na Praça Beira Rio, em Sousas.
Entrada gratuita
Porções elaboradas pelos chefs com preço fixo de R$10,00
A partir das 19 horas
Participantes: Café Maritaka, El Tambo, Fogão Mineiro, Espaço Malagueta, Estação Marupiara e Vila Paraíso
De 27 de junho até 12 de julho: durante o jantar (de quinta a sábado), nos restaurantes participantes em Sousas e Joaquim Egídio.
Menu do festival, com entrada, prato principal e sobremesa, com valor fixo de R$53,00 por pessoa. Taxas de serviços e bebidas não estão inclusas nos valores.
Participantes: Velho Valentim, El Tambo, Fogão Mineiro, Espaço Malagueta, Estação Marupiara e Vila Paraíso.

Restaurantes participantes do distrito de Sousas:
El Tambo
Entrada: Pimenta Recheada (pimenta dedo de moça recheada com carne seca e ricota)
Prato principal: Fondue de queijo, servida com nachos, batata, pão italiano e geleia de pimenta
Sobremesa: Fondue de chocolate servida com frutas da estação e geleia de pimenta
Cardápio completo: R$53,00 por pessoa
Endereço: Avenida Antônio Carlos Couto de Barros 2230 - Fone: (19) 3294-1053.

Espaço Malagueta
Entrada: Mini escondidinho de carne seca com creme de mandioquinha ou Sopa de creme de palmito
Prato principal: Fetuccine ao molho napolitano, azeite, tiras de filé mignon, manjericão, champignon e azeitonas ou risoto de camarão
Sobremesa: Mini fondue de chocolate, servida com frutas
Cardápio completo: R$53,00 por pessoa
Endereço: Rua Cel. Alfredo Augusto do Nascimento, 2000 - Fone: 3258-6248

Fogão Mineiro
Entrada: Creme de mandioquinha com espuma de cebolinha
Prato principal: Polenta Mole com ragu de ossobuco
Sobremesa: Pudim de tapioca com cobertura de goiabada cascão
Cardápio Completo: R$53,00 por pessoa
Endereço: Rua Cel. Alfredo Augusto do Nascimento 853 – Fone: 3258-6026.

Restaurantes participantes do distrito de Joaquim Egídio:
Estação Marupiara
Entrada: Bolinho de linguicinha na caneca com queijo cremoso ou creme de batata doce com crocantes de bacon
Prato principal: Risoto de pinhão com cordeiro e compota de maçã ou nhoque de banana da terra com ragu de carne e toque de gorgonzola
Sobremesa: Tortinha de cacau com flor de sal, sorbet de maracujá e calda de doce de leite
Cardápio completo: R$53,00 por pessoa
Endereço: Rua Manuel Saturnino do Amaral 29 – Fone: 3298-6289.

Velho Valentim
Entrada: Salada crocante (radiccio, alface americana picada, funcho em finas fatias, rúcula picada e nozes)
Prato Principal: Camarão com queijo coalho gratinado ou camarão com cubos de queijo coalho coberto com molho bechamel de coco e gratinado
Sobremesa: Pudim de laranja a moda da vovó -  Pudim de leite condensado com laranja e calda de caramelo
Cardápio Completo: R$53,00 por pessoa
Endereço: Rua Dr. Heitor Penteado 1092 – Fone: 3298-6674.

Vila Paraíso
Entrada: Berinjela à parmigiana
Prato Principal: Ravioli de Champignon
Sobremesa: Petit gateau de Capim Santo
Cardápio Completo: R$53,00 por pessoa
Endereço: Rua Dr. Heitor Penteado 1716 – Fone: 3298-6913.

segunda-feira, 23 de junho de 2014

Fundação Ema Klabin promove visita temática ao acervo

Interior da Taverna – Atribuído a David Teniers, Holanda, Séc. XVII.
Amanhã, dia 24 de junho, das 14h30 às 17h, o setor educativo da Fundação Ema Klabin promove a visita temática Retratos.  A intenção, ao caminhar pela coleção,  é perceber as diversas maneiras que o retrato pode se desdobrar, além dos moldes clássicos consagrados da arte como a pintura e fotografia.
 As visitas temáticas objetivam despertar novos olhares para o acervo reunido por Ema Klabin, que conta com mais de 1500 obras de grandes mestres mundiais como do russo Marc Chagall, dos modernistas brasileiros Tarsila do Amaral, Di Cavalcanti, Portinari e Lasar Segall; talhas do mineiro Mestre Valentim, mobiliário de época e peças arqueológicas e decorativas. Com duração de duas horas e meia, a programação permite que os visitantes reflitam sobre temas contemporâneos pertinentes ao universo da arte e das instituições culturais.
A Fundação Ema Klabin é uma casa-museu sem fins lucrativos, de utilidade pública, que tem por objetivo conservar e divulgar o acervo artístico reunido ao longo de mais de 70 anos pela empresária, mecenas e colecionadora Ema Gordon Klabin, além de promover atividades culturais e educativas como shows musicais, cursos, oficinas e exposições.

Serviço
Visita Temática Retratos
Data: 24/06 (terça-feira)
Horário: 14h30 às 17h
Entrada franca
Inscrições via e-mail educativo@emaklabin.org.br
Fundação Ema Klabin - Rua Portugal 43 - Jardim Europa - São Paulo
Fone: (11) 3062-5245      
http://emaklabin.org.br/.